26/02/2013

Seja sua própria manicure!

0 Comentários


Aprenda a fazer unhas e seja sua própria manicure



É possível fazer as próprias unhas e deixá-las tão bonitas quanto as feitas por uma manicure. Por isso, confira nossas dicas e alguns segredos que conseguimos desvendar com uma profissional de uma badalada rede de salões de beleza.


Mirian Aparecida de Carvalho é formada em podologia pela Universidade Anhembi Morumbi e fez curso de manicure no SENAC. Ela atende uma clientela exigente que frequenta o salão Jacques Janine do bairro de classe média alta da Vila Nova Conceição, em São Paulo. Segundo ela, é preciso alguns itens básicos para poder fazer as unhas em casa.

Os produtos necessários são simples. Em um "kit manicure" deve ter:


- lixa de unha
- alicate (para remover o excesso de cutícula)
- alicate para cortar unha ou tesoura
- espátula (para empurrar a cutícula)
- pauzinho de laranjeira (para limpar o esmalte)
- algodão
- removedor de esmaltes
- base de unha (pode-se optar por base fortalecedora)
- óleo secante ou spray secante
- creme hidrante (para retirar cutículas ou aquele que é usado nas mãos)
- esmaltes

Dicas:
Mirian explica que não se usa mais aqueles potes ou bacias cheios de água para deixar as mãos ou os pés mergulhados com o objetivo de amolecer a cutícula. "Usamos pedaços de algodão em cada dedo e umedecemos com água. É só deixar uns três minutos e pronto. Tem o mesmo efeito e é muito mais higiênico", ensina.

Outra dica é nunca remover toda a cutícula das unhas, principalmente, porque elas são uma proteção. "Se aprofundar muito a cutícula você acaba abrindo as portas para a contaminação e, quanto mais se tira, mais cutícula se tem", diz. Por isso, o ideal é empurrar a cutícula com a espátula, sem machucar.

Para deixar a superfície das unhas uniforme, sem aquelas ondulações ou descamações, Mirian ensina a passar um pouco de óleo secante ou óleo de cravo (que fortalece, lubrifica e tem efeito fungicida) nas unhas - após a retirada do excesso de cutícula - e passar, levemente a parte mais fina da lixa sobre as unhas.

Antes do esmalte é bom caprichar na base e passá-la em torno das unhas. "Passe a base uns dois milímetros no dedo. Isso facilita na remoção do excesso de esmalte", conta.

Na hora de pintar as unhas, o ideal é dar duas demãos bem finas - esmalte suficiente no pincel para cobrir toda a unha - para ter um acabamento melhor, mais bonito e conseguir obter a cor exata do esmalte.

Quando for retirar o esmalte, em especial cores escuras, para evitar que os dedos e unhas fiquem manchados, Mirian recomenda passar um pouco de óleo secante antes do removedor de esmaltes.


Fonte: Terra
Imagens: Google 

12/02/2013

Pensamento do Dia

3 Comentários



07/02/2013

Assim eu vejo a vida

2 Comentários




Assim eu vejo a vida

A vida tem duas faces:
Positiva e negativa
O passado foi duro
mas deixou o seu legado
Saber viver é a grande sabedoria
Que eu possa dignificar
Minha condição de mulher,
Aceitar suas limitações
E me fazer pedra de segurança
dos valores que vão desmoronando.
Nasci em tempos rudes
Aceitei contradições
lutas e pedras
como lições de vida
e delas me sirvo
Aprendi a viver.

(Cora Coralina)


04/02/2013

Casa fresquinha no verão!

0 Comentários

Deixe sua casa mais fresquinha para o verão!


Convenhamos: o verão é uma delícia, mas passar calor não. Nada pior do que chegar em casa e ter a sensação de que entrou em uma estufa. Ou então, suar em bicas tentando dormir.

 A regra geral é que, quanto mais apertado e escuro for o espaço, mais calor ele vai reter. Excesso de móveis e acessórios também contribui para a sensação de abafamento.


Entretanto, não é possível reformar o lar a cada troca de estação, certo?  Por isso Flávia Ferrari, a editora do Decoracasas, ensina aqui alguns truques para adaptar seus cômodos deixando-os mais arejados.

 Livre-se dos tecidos que esquentam

 A primeira coisa a fazer com a chegada do calor é guardar cobertores, lãs e almofadas peludas. “Mas tem que lavar bem, porque as manchas vão se proliferar se forem abafadas”, alerta Flávia. Considere também deixar os tapetes no armário ou usar aqueles mais molinhos, como os de tear.

 E o seu sofá é de couro ou de veludo? Cubra-o com capas ou mantas de tecidos leves. “Algodão e outras fibras naturais dão outra sensação”, diz a editora.

Coloque o ar para circular

 Deixe portas e janelas abertas! Durante os horários mais quentes à tarde, o ideal é cerrar apenas as cortinas e venezianas para barrar um pouco a entrada direta dos raios solares. Se você tiver com um dinheirinho sobrando, substitua os materiais pesados por voil.

 Já durante a noite, escancare tudo mesmo. O arzinho mais frio vai balancear a temperatura da casa. Neste caso, Flávia ainda dá uma dica para você entrar na última tendência em decoração e evitar aborrecimentos com os insetos: os mosquiteiros. “Eles são lindos e deixam o quarto com um ar romântico”, sugere.


Plantas refrescam o ambiente

 Cerque-se de vasos de plantas e flores. “Elas trazem uma energia bacana, dão uma purificada no ar e deixam o lar mais acolhedor”, enumera Flávia.

 Porém, é muito importante pesquisar bem o tipo ideal para cada área da casa. “Não adianta escolher uma planta só porque você adora se ela não for adequada ao seu espaço”, lembra a editora.

 Caladiuns e cactáceos são exemplos de espécies bem adaptáveis e fáceis de manter em casa.


Utilize as lâmpadas certas

 Aproveite o verão para economizar energia: luzes acesas – incluindo de luminárias e abajures – abafam o cômodo. Mas, como não é possível viver no escuro, troque as lâmpadas tradicionais por aquelas de LED ou fluorescentes, que esquentam menos.



Fonte: Portal Vital
Imagens: Google 

 

Margareth Mazetti Copyright © 2012 Design by Ipietoon Blogger Template