25/06/2010

Importante saber - 25/06/2010


O que você precisa saber na hora de fazer suas unhas em um salão de beleza!

1)  Quais são as principais doenças que podem ser transmitidas em um salão de beleza?

Existe uma série de vírus, bactérias, fungos, colocando em risco a vida humana, em um salão de beleza devido à circulação de uma grande quantidade de pessoas isto aumenta ainda mais o risco de transmissão de doenças relacionadas às unhas e pele, de uma simples micose a doenças mais graves como a hepatite pode ser transmitida em um salão. Lembramos que uma simples micose pode levar até 01 ano para seu tratamento sendo necessário uso de medicamentos tópicos e oral, o que possuem um custo alto.
Já as doenças como Hepatite C e a AIDS, transmitidas pelo sangue,
Podem passar de uma pessoa para a outra por meio de um simples
sangramento, ocasionado, por exemplo, ao se tirar a cutícula.


2) Quais são os procedimentos devem ser adotados pelas manicures, para diminuir a contaminação?

O profissional deve:
• Lavar as mãos antes de atender cada cliente;
• Esterilizar os alicates, espátulas e outros instrumentos de metal;
• Abrir a embalagem dos alicates, espátulas e outros instrumentos de metal na
frente do cliente;
• Retirar as toalhas da embalagem plástica na frente do cliente;
• Manter o material de trabalho tipo algodão, esmaltes, removedor de esmalte, organizados em maletas ou gavetas;
. Utilizar somente lixas e palitos descartáveis
• Manter o algodão em pote com tampa;
• Perguntar ao cliente se possui alguma alergia a esmalte ou outro produto a ser
utilizado;
• Jogar no lixo os materiais descartáveis ou de uso único, como algodão, lixas
de unha, protetor de cuba e de bacia, lâminas etc.
Recomenda-se:
• Colocar luvas descartáveis e só retirá-las quando concluir o serviço;
• Borrifar álcool 70% nas unhas do cliente antes do procedimento para evitar
infecções.
Concluído o serviço, deve:
• Lavar as mãos após o atendimento de cada cliente;
• Lavar e esterilizar todos os instrumentos utilizados ou não, pois mesmo sem
uso estarão contaminados e devem estar limpos e esterilizados para o
próximo cliente;
• Lavar as bacias e cubas com água e sabão líquido ou detergente após cada
uso;
• Colocar os instrumentos utilizados em caixa plástica lavável, sinalizada:
“Instrumentos Contaminados” e prepará-los para o processo de esterilização.


3) O que deve ser observado pela cliente quando entra em um salão?

O cliente deve observar a higiene do local, o procedimento adotado pelo profissional,
Observar a abertura das embalagens dos instrumentos esterilizados, e as lixas utilizadas devem ser totalmente descartáveis, no caso das lixas auto adesivas observe se a base ela deve esta limpa, e integra pois, resíduos que ficam a base alem de adesivos também existem inúmeros fungos e bactérias que se proliferam rapidamente colocando em risco a saúda de clientes e profissionais.


4) Que tipo de investimento deve ser feito em um salão para minimizar os riscos?

O local de trabalho deve ser amplo, arejado, com boa iluminação para ajudar na visibilidade do profissional no desenvolvimento do trabalho.
Palestras, cursos, ou apostilas sobre podologia ajudam muito, pois as informações, contidas são de grande valia para a profissional.


5) O uso de autoclaves garante 100% a segurança dos materiais esterilizados?

Sim. Seguindo todas as regras para uma esterilização em autoclave

VAPOR SATURADO / AUTOCLAVE
• Os materiais de metal, depois de lavados, devem estar embalados e acomodados em embalagem que permita a passagem de vapor. Lembrando que é necessário respeitar o tempo de esterilização informado pelo fabricante, para termos uma esterilização correta e segura.


6) Outros métodos de esterilização funcionam?

CALOR SECO / ESTUFA
• Os materiais de metal, depois de lavados, devem ser colocados em estojos de alumínio ou aço inoxidável, tipo marmita; ou em envelopes próprios para esterilização em
estufa;
• A ponta do alicate dever ser protegida com papel alumínio devendo ser retirado na frente do cliente;
• A temperatura para garantir a esterilização é de 170ºC por 1 hora ou 160º C por 2 horas.
• O tempo para esterilização deve ser contado a partir do momento em que o termômetro longo do bulbo (mercúrio) atingir a temperatura programada no termostato (botão do equipamento).
• Não pode ser aberta durante a esterilização. Quando isto ocorre, o processo de esterilização é interrompido, e deve ser iniciado todo o procedimento novamente.

Conheça as lixas descartáveis da Cel's!




3 Comentários:

Mary disse...

Adforei o post, muito importante essas informações.Beijos

Saia de Salto disse...

Nossa quanta coisa a gente tem que pensar né

Eu morro de medo de pegar uma doença nesses por aí, por isso faço a unha sempre em casa mas é importante divulgar as informações para que usa os salões

beijinhos

www.saiadesalto.blogspot.com

CARLINHA disse...

Adorei as dicas!!!

Bjos

 

Margareth Mazetti Copyright © 2012 Design by Ipietoon Blogger Template