30/07/2011

Depilação com linha


 Depilação com linha
(Isabelle Lindote )

Também conhecida como depilação egípcia, chinesa ou oriental, a técnica que usa linhas de algodão para a retirada dos pelos vem ganhando adeptos no Brasil, há cerca de quatro anos. Recomendado para fios finos e regiões delicadas, o método ainda gera dúvidas sobre seus benefícios e indicações.

De acordo com a especialista Ilana Alessandra, que ministra cursos no Rio de Janeiro, a depilação a linha é simples e consiste no entrelaçamento do pelo com a linha, que passa na pele retirando-os pela raiz. “Dessa forma, não há danos para a pele. Pelo contrário! No processo é feita uma microdrenagem no local, o que auxilia na circulação e retira também as células mortas. Por isso, a depilação com linha também não causa a flacidez”, afirma.


Mas, será que não há contraindicações? Segundo Ilana, não. “Todos podem fazer em qualquer idade. Não se usa nenhum produto químico neste tipo de depilação, apenas linhas feitas 100% algodão e soro fisiológico”, explica. Homens e mulheres com pelos no rosto e tendência a alergias encontram no método um aliado, ja que é possível fazer uma limpeza facial completa - testa, acerto de sobrancelhas, buço, queixo e lateral do rosto - e duradoura.

A depilação com linha, infelizmente, não tem só vantagens. O preço ainda é um empecilho, já que o custo pode ficar até 60% maior do que o da depilação com cera. Além disso, o fato de ser um método doloroso também afasta possíveis clientes. “Dói muito menos do que a depilação com cera. Para amenizar a sensação, podemos usar um anestésico em gel quando necessário. Normalmente, a dor é suportável”, conta Ilana.


A jornalista Luciana Paula, de 30 anos, é adepta deste tipo de depilação há quase seis meses e já tem suas formas de evitar o incômodo: “O que pode minimizar a dor é fazer, quando a pele estiver limpa, uma lavagem com água morna, para dilatar os poros e facilitar a saída do pelo. Como dor é algo relativo e pessoal, o que é ruim para algumas pessoas, é quase nada para outras”. O que a paulistana mais gosta no método é o fato de não provocar manchas. “Como depilo o buço,  acho ótimo que a linha não escureça a pele nem leve à  flacidez. Dizem até que estimula a produção de colágeno e elastina”, explica.

Os cuidados antes e depois da depilação com linha são semelhantes às técnicas mais utilizadas. Recomenda-se que a pele esteja limpa e sem maquiagem, mas a depiladora também deve fazer uma assepsia para retirar o excesso de oleosidade e impurezas. Após a depilação, é usado soro fisiológico gelado para acalmar a pele - algumas pessoas podem ficar com a área depilada avermelhada por até 15 minutos.

Por que testar a depilação com linha?

1) Indicada para peles sensíveis, pois não usa produtos químicos;
2) Pode ser feita por quem está em tratamento com ácidos;
3) Retira praticamente 100% dos pelos;
4) Método duradouro, já que remove os pelos pela raiz;
5) Não causa flacidez nem alterações na aparência da pele;
6) Promove uma espécie de drenagem, facilitando a circulação sanguínea;
7) A continuidade do tratamento tende a clarear a pele;
8) Técnica higiênica e rápida de ser executada;
9) Os movimentos da linha ajudam a manter a vitalidade da pele;
10) Tem bom custo-benefício, apesar de inicialmente parecer mais cara.




3 Comentários:

Fernanda Occhioni disse...

Olá Margareth! Adorei a postagem! Eu estou tentando fazer na minha sobrancelha e está dando certo! Tem uma amiga lá do blog que fez um video explicando como se faz essa depilação. O link é esse aqui: http://www.pink-online.com.br/2011/07/tutorial-tirando-pelos-faciais-usando.html#comment-form
Eu achei muito fácil e nem dói!!! Bjinhus doce ^^

juliana g. disse...

Ei, mudou de novo o layout né?
Ficou lindo!
Beijocas

subindonosalto.com disse...

Eu nunca fiz depilação com linha, mas eu já ouvi dizer que dói muito :S aí fico com medo! UAHUAHUAHU

:*

@viihrs
@SubindoNoSalto
subindonosalto.com

 

Margareth Mazetti Copyright © 2012 Design by Ipietoon Blogger Template